domingo, 25 de abril de 2010

Desenvolvimento Pré-Natal

Uma etapa importante na constituição( geração) de um ser humano é o período pré-natal.

O Período Pré-Natal é o período de cuidados básicos que as gestantes devem ter com elas mesmas e para com o seu bebê. A fim de que, o feto se desenvolva de uma forma eficaz, adquirindo todos os elementos necessários pra crescer com saúde, até obter um nascimento em condições favoráveis. O Período Pré-Natal inclui três estágios que são a fecundação ou concepção até a implantação no útero, chamado estágio germinal; estágio embrionário, que é o desenvolvimento do embrião; e estágio fetal, que são os 7 últimos meses da gestação, em que acontece o aprimoramento de todos os sistemas de órgãos primitivos. Além destes estágios, há os fatores intrínsecos, como a genética; e extrínsecos, chamados de teratogênicos, como o ambiente que a mãe vive, como ela se cuida neste período, e fatores comportamentais que afetam ela e o bebê também, e que contribuírão para uma constituição orgânica adequada deste.

O estágio germinal inicia-se com a concepção até a implantação do óvulo na parede do útero materno. Inicia-se então, a divisão celular, ou também chamada de diferenciação. Ocorre durante 24 a 36 horas iniciais após a concepção. Recebe o nome de blastócito, e então começa a se subdividir.

O estágio embrionário com duração de 2 a 8 semanas é um estágio de crescimento acelerado e é suscetível à influência ambiental pré-natal. Segundo Papalia e Odds relatam que é neste período que os defeitos de nascença, como fenda palatina, membros incompletos ou faltantes, cegueira, surdez, etc ocorrem e, também, que muitos embriões mais defeituosos não sobrevivem. É nesta fase que o embrião apresenta, segundo Helen Bee, um tamanho de aproximadamente 3,81cm, o coração bate, há um sistema circulatório primitivo, início de olhos e ouvidos, uma boca que abre e fecha, pernas, braços, além da medula espinhal primitiva.

No estágio fetal, que dura 7 meses basicamente, a direção do crescimento é céfalo-caudal, pois a cabeça e as estruturas faciais crescem mais rápido; e também, próximo-distal, aonde o tronco e os membros proximais tendem a avançar mais do que os membros distais ( Haywood e Getchell, 2004). Segundo Helen Bee, acontece um processo de aprimoramento de todos os sistemas dos órgãos primitivos que já existem. É nesse momento que o desenvolvimento do sistema nervoso acontece de fato, com a diferenciação de dois tipos básicos das células nervosas, como neurônios e células gliais. Haywood e Getchell referem outro fator importante neste estágio, além da diferenciação, que é a capacidada das células assumirem uma nova função, denominada plasticidade. Há também o crescimento do peso e do comprimento do feto, movimentos com as pernas, pés, polegares e cabeça, movimentos com a boca e com a palma da mão. A partir do 4° mês estas atividades ficam mais rápidas, em função do desenvolvimento muscular. No 8° mês o feto cresce mais rápido em relação ao espaço em que se encontra e assim seus movimentos diminuem, devido ao espaço reduzido. Cerca de uma semana antes de nascer, no 9° mês, o bebê pára de crescer, alcança um peso médio adequado de 3,5kg e um comprimento de aproximadamente 50cm.

Um fator importantíssimo neste período é a nutrição materna e seus hábitos saudáveis. Hábitos de alimentar-se mal, de fumar, de ingerir bebidas alcoólicas e de administrar medicamentos contra-indicados afetarão no desenvolvimento do feto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário